"livro é pra ler não pra postar foto no instagram"amr eu paguei 40 paus no livro se eu quizer eu visto ele de bêbê e chamo ele de jusiceiton.

(Fonte: mais-uma-adolescente-estranha)

Minha timidez é bem estranha. Quando estou perto de gente que não conheço, sou a pessoa mais calada e quieta do mundo. Agora, se você me colocar numa rodinha com meus amigos, você vai conhecer a pessoa mais louca, idiota, e sem vergonha do mundo todo.

(Fonte: amordeprimaveera)

Menina bonita
do sorriso oculto
da cabeça baixa
dos olhos triste
da alma só.
Menina bonita
a alma grita
o coração chora.
Implorando poesia,
e companhia.
Implorando poesia. (via involuntus)

(Fonte: humilde-poema)

Se você perguntar o que me fez gostar de você, eu não vou saber responder. Posso até arriscar alguma coisa, elogiando o teu sorriso ou dizendo o quanto eu gosto desse teu jeito implicante e que me dá razão para tudo. Mas ainda seria pouco. É pouco. Eu posso continuar arriscando, dizendo que foram as tuas mensagens no meio da madrugada, falando que você perdeu o sono e que passou a noite pensando em mim. Em nós. Ou que foram as demonstrações de carinho e cuidado que você me deu, mesmo quando eu fui egoísta e mandei você embora. Posso, também, dizer que foram as noites que passamos conversando, coisas importantes e outras nem tanto, e que de tanto ficarmos juntos, peguei as tuas manias todas para mim. Posso dizer que foram as vezes que você me chamou para ficar ao teu lado, pra me dar um chamego ou um abraço quando eu me sentisse um pouco insegura em relação a qualquer coisa – ou pessoa – que ameaçasse roubar você de mim. Ou que foram os teus elogios e a tua maneira de me encher de mimo, mesmo quando eu teimo dizendo que não quero ou não preciso. Posso dizer, ainda, que foram a tua atenção e paciência, quando tudo que eu fiz foi te pedir pra me deixar em paz, quando rejeitei a tua companhia. Que foram todas as vezes que você me enxergou melhor do que eu realmente sou, e me fez querer ser melhor do que eu poderia ser. Que foram todas as vezes que você insistiu em mim e não desistiu de me mostrar que somos melhores juntos, um ao lado do outro, tendo um ao outro e sendo um do outro. Posso arriscar um pouco mais e dizer que foi quando você me surpreendeu com um “eu te amo tanto” ao invés de um “gosto tanto de você”. E juntando tudo isso, eu tenho você. Inteiro. Completo. Você. Que uma vez chegou a me dizer que estaria longe de ser quem eu esperava ou queria comigo. Você. Que não fazia parte dos meus planos, e por quem eu não poderia me apaixonar. Você. Que conquistou cada pedacinho de mim. E que ganhou meu coração. Você. Que tem o meu amor. E me tem, amor.
Plenitude. (via inverbos)

(Fonte: p-l-e-n-i-t-u-d-e)

(Fonte: ever-pics)

Tem coisa que eu leio que dá vontade de abraçar quem escreveu.

(Fonte: licantrupus)

ah mano, to esperando uma atitude sua faz tempo.

(Fonte: c-hopeiro)

Para uns,
o amor
transborda
para outros,
derrama.
Eu me chamo Antônio.   (via conspirada)

(Fonte: palavrisses)

Não me façam feliz. Por favor, não me saciem nem me deixem pensar que alguma coisa boa pode sair disso. Olhem para meus machucados. Olhem para este arranhão. Estão vendo esse arranhão dentro de mim? Estão vendo ele crescer bem diante dos seus olhos, me corroendo? Não quero ter a esperança de mais nada.
A Menina Que Roubava Livros.  (via inverbos)

(Fonte: procenio)

Moça do sorriso triste.
Que tinha medo de amar, mas queria ser amada.
Maira Gomes. (via transpareci)
Minha cabeça é um mar cheio de ondas, umas vêm e me derrubam, outras vão e me levam. De vez em quando fica tudo calmo, sereno, é aí que tenho receio. Nada nunca é tranquilo pra mim. Acho que acostumei com isso: um temporal vive aqui dentro. Talvez seja disso que você tem medo, pois tem gente que não gosta de chuva.
Clarissa Corrêa. (via inverbos)

“Corra o risco. Se der certo, felicidade. Se não, sabedoria.”
“Comece o dia amando mais você.”